segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Yamantaka


Yamantaka tem 11 cabeças, 18 braços e 18 pés. Yamantaka é conhecimento, é sabedoria. Yamantaka é um monstro. Este monstro dança, manipulando todos os deuses, incluindo o próprio Buda. O cristianismo denominou como adoradores do diabo aqueles que se fascinavam por Yamantaka. A sua cara principal é talvez semelhante à da besta que o cristianismo concebeu. Vejamos que Yamantaka possui uma face principal, uma que não consegue ser vista pelas outras, a sua verdadeira face digamos assim.Yamantaka não tem ego, não tenta mostrar a sua sabedoria. Yamantaka é uma representação da união de todos os humanos. Yamantaka representa a iluminação, o desafio da morte, como último conhecimento de tudo. Tem ciente em ti o espírito de Yamantaka.

3 comentários:

  1. mostrar a tua sabedoria pode não ser interpretado como ter ego, como ser, vamos dizer... egoista. porque é que mostrar a sabedoria não pode ser partilha la?

    ResponderExcluir
  2. Vou responder às perguntas citanto O budismo Zen de Alan Watts. O autor que me deu a conhecer a figura de Yamantaka:
    "(...)o centro de actividade da mente não reside no processo consciente de pensar, no ego. Quando um homem aprendeu a deixar a sua mente à vontade, para que funcione de modo integrado e espôntaneo que lhe é natural, começa ele a manisfesta o tipo especial de "virtude" ou "poder" chamado te. (...) Além disso, o te é virtude desafectada ou espontânea, que se não pode cultivar ou imitar por qualquer modo deliberado."
    "A virtude superior não tem consciênci de si própria como virtude, por isso é realmente virtude. A virtude inferior não pode dispensar a virtosidade, por isso não é virtude."

    ResponderExcluir